23 de Junho de 2018
Seja bem vindo ao Portal Sananduva.
picture
Empresas
picture
Entidades
picture
Notícias
picture
Eventos
picture
Turismo
» Notícias

Temporal no Rio Grande do Sul deixa mais de 2,6 mil casas danificadas

13/06/2018

Subiu de 984 para 2.630 casas danificadas pelo temporal que atingiu o Rio Grande do Sul entre a segunda (11) e terça-feira (12). Chuva e ventos intensos, além de granizo, causaram estragos e duas mortes no estado. Os locais mais afetados são Serra, Norte e Centro.
O mais recente boletim da Defesa Civil aponta que ao menos 24 cidades foram atingidas - são três a mais que as registradas no primeiro balanço. Além disso, 10 pessoas estão desabrigadas (em ginásios ou escolas da cidade) e outras 22 estão desalojadas (em casas de parentes ou amigos).
Ainda de acordo com informativo, as principais ocorrências se referem a quedas de árvores e postes, falta de energia elétrica e destelhamentos. A maioria delas está concentrada na Região Norte.

Mortes
Em Ciríaco, a Polícia Civil confirmou que um homem morreu na cidade atingido pela própria casa, que desabou sobre ele. De acordo com a Polícia Civil, a residência foi destruída pelo vento e a vítima, socorrido por vizinhos e encaminhada ao Hospital São José, em David Canabarro, não resistiu aos ferimentos.
A instituição de saúde confirmou ao G1 que José Alves Nunes, de 53 anos, chegou a ser atendido no hospital e acabou morrendo, mas não foi informada a causa da morte.
O temporal também causou a morte de uma idosa em Sarandi. Segundo a polícia, Rita Didomenico, de 70 anos, estava em casa junto com a família na Linha Águas do Angico, interior da cidade, quando a tempestade começou, por volta das 3h.
Parte da família buscou refúgio dentro de um carro, mas Rita, que era cadeirante e tinha necessidades especiais, não conseguiu sair a tempo. Ela foi atingida pelo desabamento da casa. Embora tenha sido socorrida, a mulher chegou sem vida ao hospital.

Doações aos atingidos
No fim da manhã, o governador do estado convocou uma reunião com representantes das secretarias das áreas mais afetadas pelo temporal para reforçar a estratégia de ação e atender quem precisa de ajuda.
José Ivo Sartori (MDB) disse que Defesa Civil, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros estavam preparados para socorrer as regiões atingidas pelo temporal, inclusive com a distribuição prévia de lonas. No entanto, ele destacou que os problemas foram maiores do que o esperado.
Como os estoques da Campanha do Agasalho ainda estão muito baixos, a Defesa Civil faz um apelo pedindo doações às famílias afetadas.
As doações podem ser entregues na sede da Defesa Civil de cada município. Roupas, calçados, cobertores, colchões, produtos de higiene pessoal, alimentos não perecíveis e água são os itens prioritário.
Em Água Santa, estão sendo arrecadados materiais de construção. As doações podem ser feitas nas lojas de materiais construção do município ou pessoalmente.

Chuva dá lugar ao frio
Nesta quarta (13) para de chover no estado. A frente fria se afasta e predomina o ar frio. As temperaturas diminuem bastante.


Por: G1/RS

» Comentários
Você precisa estar logado no Facebook para poder comentar.


© Copyright 2018.Todos os direitos reservados para
Portal Sananduva - Sananduva - Rio Grande do Sul - Brasil