» Previsão do Tempo
16 de Dezembro de 2017
Seja bem vindo ao Portal Sananduva.
picture
Empresas
picture
Entidades
picture
Notícias
picture
Eventos
picture
Turismo
» Notícias

Polícia combate venda de armas em grupos de WhatsApp

30/11/2017

Foi desencadeada pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), nesta quarta-feira (29), a Operação Blindado, como resultado de nove meses de investigações contra grupos de WhatsApp transformados em verdadeiras feiras livres de armas.
Foram cumpridos 20 mandados de busca e 12 mandados de prisão temporária, com onze presos, na ação, que é considerada a 11ª etapa da investigação. No total, 36 armas foram apreendidas — entre elas, um fuzil e duas submetralhadoras. Ao todo, 49 pessoas foram presas e devem ser indiciadas por porte ou posse de armas.
Conforme a investigação, pelo aplicativo, eram negociadas desde garruchas até fuzis, com valores variando entre R$ 1 mil e R$ 20 mil. Deveria ser o desdobramento da Operação Arcano, que prendeu sete pessoas em setembro, mas chamou a atenção dos investigadores que as negociações não se limitavam a criminosos vinculados a facções ou quadrilhas.
— Detectamos que pessoas comuns, sem nenhum histórico criminal, entravam nos grupos para vender suas armas, ou, eventualmente, se armarem, julgando que assim estariam livres de punição — afirma o diretor de investigações do Denarc, delegado Mario Souza.
Os interessados em vender ou comprar armamentos entrariam nos grupos, na maioria das vezes, convidados por amigos. Pelo menos 200 grupos foram monitorados pela polícia, com envolvimento de pessoas em 26 municípios gaúchos, em praticamente todas as regiões, e em cidades de São Paulo e Pará.
Os dados coletados na investigação em relação a esses Estados serão repassados às polícias locais. A investigação constatou também que, de dentro da cadeia, presidiários negociavam e faziam cotações de armas, supostamente, de fora da cadeia.

Fonte: GaúchaZH
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

» Comentários
Você precisa estar logado no Facebook para poder comentar.


© Copyright 2017.Todos os direitos reservados para
Portal Sananduva - Sananduva - Rio Grande do Sul - Brasil